Browsed by
Tag: error

[[email protected] ~]# /etc/init.d/mysqld start /etc/init.d/mysqld: line 16: /etc/sysconfig/network: Arquivo ou diretório não encontrado

[[email protected] ~]# /etc/init.d/mysqld start /etc/init.d/mysqld: line 16: /etc/sysconfig/network: Arquivo ou diretório não encontrado

Se esse é o erro quando você tenta iniciar o mysql fique tranquilo, a saída é muito simples.
Execute o seguinte comando como root:

Depois:

Blank Pages no WordPress, como sanar?

Blank Pages no WordPress, como sanar?

Passos para Sanar o Problema:

 

1 – Entre no WHM como root,

2 – Siga os menus e submenus (->)  Home (Início) -> Service Configuration -> PHP Configuration Editor,

3 – Localize o item Memory_Limit, esse deve possuir PELO MENOS 320mb (sim, há plugins pesados que consomem muita ram),

4 – Localize Upload_max_filesize, apesar de não influenciar aqui, no momento de uploads você pode se dar mal, deixe pelo menos 500MB (nossa hospedagem permite 2gb de upload),

5 – Localize Max_execution_time, deixe pelo menos 600s (para uploads longos ou processos de plugins será de suma importância ter execução longa),

6 – Localize Max_input_time e deixe pelo menos 300s.

 

De todos os pontos que citamos, os 2 principais para sanar o problema são MEMORY_LIMIT e Max_Execution_Time.

 

Fonte: http://webking.com.br/blog/wordpress-dando-pagina-branca-blank-pages-in-wordpress-cpanel-whm/

MySQL server has gone away

MySQL server has gone away

Seu mysql anda estranho quando você está tentando fazer upload de um arquivo enorme via console (na verdade o restore, ou seja, mysql -u usuario -p nomedobdprarestaurar < arquivo.sql)???

Bem, se a mensagem de erro for esta -> MySQL server has gone away NÃO precisa entrar em pânico, só existem 2 coisas que são feitas e sanam tranquilamente o erro:

1 – entre no /etc/my.cnf (ou arquivo de configuração do mysql) e informe set-variable = max_connections=1500

Isto vai liberar para 1500 conexões concorrentes no mysql.

2 – Se o erro persistir, no mesmo arquivo informe:

max_allowed_packet = 5000000000

Você estará liberando uploads/restore/dumps de 1gb de tamanho.

Depois disso, reinicie o mysql (normalmente service mysql restart) e corra para o abraço.

 

Ah, se quiser ver qual valor ficou setado (só para conferir depois do restart use):

mysql> SHOW VARIABLES LIKE ‘max_allowed_packet’;

localhost did not have any working mirrors. Please check your internet connection or dns server. at /usr/local/cpanel/Cpanel/HttpRequest.pm line 596.

localhost did not have any working mirrors. Please check your internet connection or dns server. at /usr/local/cpanel/Cpanel/HttpRequest.pm line 596.

Se toda vez que você tenta rodar o EASYAPACHE esse erro é exibido, nada de pânico, existem 2 coisas a serem verificadas ( erro é localhost did not have any working mirrors. Please check your internet connection or dns server. at /usr/local/cpanel/Cpanel/HttpRequest.pm line 596. ):

Vá no /etc/resolv.conf e adicione isto no começo do arquivo:

nameserver 8.8.8.8
nameserver 8.8.4.4

Ambos são dns da GOOGLE.
Tente novamente, se não rodar é por que seu arquivo /etc/hosts tem uma entrada de ip inválida ou um host inválido para o nome do seu servidor, quando na verdade deve ficar como loopback, veja um exemplo de COMO deveria ser o seu /etc/hosts:

 

CPANEL ERROR with rpm_check_debug vs depsolve: libcups.so.2()(64bit) is needed by gtk2-2.18.9-10.el6.x86_64

CPANEL ERROR with rpm_check_debug vs depsolve: libcups.so.2()(64bit) is needed by gtk2-2.18.9-10.el6.x86_64

Se o erro que surge para você, ao usar o YUM é este:

ERROR with rpm_check_debug vs depsolve:

libcups.so.2()(64bit) is needed by gtk2-2.18.9-10.el6.x86_64… (onde … são inúmeros erros), se estiver usando CENTOS é por que os pacotes gtk estão colidindo.
Para sanar seu YUM (isso eu recomendo SOMENTE em servidores que não precisamos de tais pacotes), procure por /etc/yum.conf, dentro dele, na parte inicial tem o exclude, depois de apache* coloque gtk* (seguindo o ritmo de espaços entre regras de exclusão de pacotes a não sofrerem alterações).

Depois disso, yum update -y

Qualquer conexão com WordPress vem o erro ao XXX wordpress Ocorreu um erro inesperado.

Qualquer conexão com WordPress vem o erro ao XXX wordpress Ocorreu um erro inesperado.

Se você está recebendo a mensagem -> Ocorreu um erro inesperado (unexpected error) <— ao tentar fazer QUALQUER coisa remota do wordpress (instalar uma versão, atualizar um plugin, instalar um plugin, ver o Akismet e etc) nem se preocupe, a saída é simples e clara:

1 – Veja se a porta de saída 80 está liberada no seu firewall (bom deixar também a 443 de SSL),

2 – Veja se as pastas do wordpress estão com permissão correta (755 sob suExec ou 777 em DSO sem suExec), assim como arquivos php com permissões corretas -> 644.

3 – Caso os dois pontos acima estejam ok mande o admin do servidor fazer um teste, no arquivo /etc/resolv.conf mande colocar no começo do arquivo:

nameserver 8.8.8.8

nameserver 8.8.4.4

Esses dois nameservers resolvem publicamente usando infra-estrutura “fraquinha da Google”.

The RPM DB is corrupt CPANEL WHM (como resolver)

The RPM DB is corrupt CPANEL WHM (como resolver)

Se a mensagem que você está recebendo for:

An automatic check on (Host Name) found the RPM database to be corrupted. An attempt was made to automatically fix the database but it was not successful. Please resolve this problem on your system. A backup of the original state of the RPM database directory can be found at /var/lib/rpm.rebuild.backup*

Tente as seguintes soluções logado no console (como root):

Se o erro persistir, logando no console (como root) rode:










Cpanel com ruby apresentando Status: 500 Internal Server Error Can’t connect to local MySQL server through socket ‘/tmp/mysql.sock’ (2)

Cpanel com ruby apresentando Status: 500 Internal Server Error Can’t connect to local MySQL server through socket ‘/tmp/mysql.sock’ (2)

Se esse erro aparece para você, caso já tenha resolvido o problema junto ao Mysql (reiniciar o mesmo) faça o seguinte:

Depois

Service mysql restart

Se o problema ainda persistir com o Ruby on Rails reinicie o mesmo,

O problema deve estar sanado.

‘xterm-256color’: unknown terminal type no mac os x Lion, Mac os x mountain ou mac os x snow leopard

‘xterm-256color’: unknown terminal type no mac os x Lion, Mac os x mountain ou mac os x snow leopard

Se este erro ocorre com você na tentativa de acesso ao terminal de um servidor Ubuntu, Debian, Mint ou qualquer outro Debian Based usando Mac os X e recebe o erro ‘xterm-256color’: unknown terminal type, entre no servidor de destino aonde o terminal conecta e use o seguinte comando:

apt-get install ncurses-term -y

Isso vai instalar o pacote que faltava.

Interessante que se o erro não for corrigido, por exemplo, um comando inportante como top ou screen não funcionam :(.

Em plataformas Red Hat não rola isto.

PHP Warning: Module ‘timezonedb’ already loaded in Unknown on line 0

PHP Warning: Module ‘timezonedb’ already loaded in Unknown on line 0

Para resolver isto é simples, entre no arquivo php.ini (em rhel based pode ser encontrado em /usr/local/lib/php.ini), bastando apenas entrar e remover as linhas duplicadas que contém:

extension=”timezonedb.so”

Removendo as linhas duplicadas rode: service httpd restart ou /etc/init.d/apache2 restart e curta!